Bronzeado perfeito

É na temporada primavera-verão que começa a corrida em busca do bronzeado perfeito. As mulheres querem aproveitar o sol para conquistar um tom de pele dourado e sem vermelhidão. Mas para chegar lá sem estragar a pele não basta deitar na areia: é preciso ter alguns cuidados antes, durante e depois da praia ou piscina.

A proteção solar é o mais importante cuidado com a pele no verão. “O filtro tem que estar sempre presente e precisa ser reaplicado a cada duas horas ou após um mergulho na água”, lembra a dermatologista Maria Aparecida do Nascimento. O procedimento vale mesmo para os dias nublados.

O horário apropriado para tomar sol e ter um bronze saudável é antes das onze horas da manhã e após às quatro da tarde. Para quem fica escondida embaixo da barraca de praia, a especialista ressalta que a cobertura não é suficiente para proteger dos raios solares, que refletem na areia e na água. Se for inevitável ficar na praia no meio do dia, os cuidados precisam ser redobrados para reduzir os efeitos nocivos do sol.

Antes do sol
Uma esfoliação ajuda a deixar a pele suave e homogênea antes da exposição solar. O procedimento pode ser feito no salão ou em casa, uma vez por semana. “Ela retira as células mortas e garante que o bronzeado fique uniforme, sem manchas”, explica Luciana Nemr, esteticista da clínica Beauty House em São Paulo.

Como escolher o protetor
O fator de proteção (FPS) ideal depende do tom natural e tipo de pele. Antes de escolher o produto que vai para a bolsa de praia é recomendado fazer um diagnóstico médico. “Geralmente, peles claras ficam na faixa do 60 FPS, pele morena em torno de 30 e escura 15”, diz o dermatologista Alexandre Filippo. “O filtro solar é diferente do bloqueador. O primeiro, como o nome já diz, tem um filtro químico para impedir os raios solares. Já o bloqueador faz um filme na pele e reflete”

Creme, gel, espuma ou spray? O formato do protetor não influencia na sua eficácia, mas interfere na textura da pele. Loções ou cremes são mais adequados para normal ou seca, enquanto o gel ou produtos com toque seco são ideais para pele oleosa. Vale escolher o que for mais fácil de espalhar uniformemente.

O protetor labial também é importante para não deixar a boca ressecada ou queimada. Em forma de bastão, algumas marcas oferecem sabores e FPS variados.

O grande vilão do bronzeado perfeito é a pressa, as fórmulas caseiras e óleos para acelerar o escurecimento da pele. Em vez de tom dourado, o resultado final é uma queimadura. “Com filtro solar a pessoa pode não voltar da praia muito morena, mas também não vai ficar um ‘camarão’”, diz Maria Aparecida. A radiação ainda pode ocasionar efeitos de longo prazo, como câncer, rugas, envelhecimento, perda de brilho e manchas (escuras ou claras).

Cor dourada por muito tempo
Depois de conseguir um bronzeado saudável, outro desafio do verão é manter a cor dourada por vários dias. Hidrate muito! Os cremes ajudam a recuperar a quantidade necessária de água para a pele, evitando que ela descasque ou fique ressecada após o sol. “Se possível, continue tomando sol da manhã ou do final de tarde, de duas a três vezes por semana. Em torno de 15 ou 30 minutos é ideal’, ensina Alexandre.

A imagem que acompanha esta publicação tem caráter meramente ilustrativo.

Posts Recentes

Deixe um comentário